Musical Retratos do Brasil 2017

O festival transformou o palco numa grande festa em homenagem à nação brasileira e à nossa cultura, ressaltando toda a alegria, a pluralidade e a grandeza do nosso Brasil.

O Educandário Santa Maria Goretti realizou, no dia 25 de novembro, o musical “Retratos do Brasil”, com a participação dos alunos do Ensino Fundamental e Médio. O festival transformou o

palco do Atlantic City Club numa grande festa em homenagem à nação brasileira e à nossa cultura, ressaltando toda a alegria, a pluralidade, a garra e a grandeza do nosso Brasil.

O tema “Retratos do Brasil” foi escolhido para inspirar o festival de encerramento do ano letivo de 2017 no Educandário, com o objetivo de celebrar a arte, a música, a dança e a cultura brasileira, pois estamos num contexto em que é imprescindível a renovação do sentimento de união nacional, a valorização da nossa cultura e exaltação de todos os elementos matriciais da formação do povo brasileiro.

Apenas pelo reconhecimento da verdadeira “cara” do Brasil é que poderemos construir avanços sociais, por meio da educação aliada à sustentabilidade e à conscientização dos nossos valores e princípios humanos.

 

A diversidade cultural do Brasil é o resultado da miscigenação de costumes e tradições das principais matrizes

 culturais que formaram a nossa nacionalidade brasileira; a europeia, a indígena e a africana. Embora os portugueses tenham sido os primeiros responsáveis pela disseminação cultural no Brasil, nossas influências culturais foram muito além desses três grupos étnicos, o que atesta ainda mais a riqueza cultural brasileira.

Na formação do povo brasileiro também tiveram grande participação os imigrantes italianos, japoneses, alemães, árabes, dentre vários outros povos, que contribuíram para uma multiplicidade de aspectos culturais, como a culinária, as danças, a música, as religiões, e muitos outros elementos que integram e enriquecem a cultura de um povo.

Ainda temos muito o que aprender com as tradições de cada povo que contribuiu para a formação da nacionalidade brasileira, além de conhecer e respeitar as diferenças, e saber que a diversidade tem a capacidade fundamental de ampliar nossa visão de mundo e possibilitar nosso autoconhecimento enquanto indivíduos pertencentes a uma cultura e uma nação.

O musical apresentou grandes símbolos da história do Brasil, como o encontro das culturas de povos indígenas com os colonizadores portugueses, a paixão pelo esporte representada pelo futebol e as identidades

regionais enquanto cultura e modo de vida, retratadas nos números que homenagearam os pescadores, as baianas e o Piauí.

Além disso, o festival também prestigiou os diversos ritmos de dança e estilos musicais que fazem parte da cultura brasileira, como o samba, o afoxé, a bossa nova, a percussão, o forró, o frevo, o carimbó, o sertanejo, o funk e as danças urbanas.

O folclore popular brasileiro também foi homenageado no festival pela dança do Bumba meu Boi, além da santa católica e padroeira do Brasil, Nossa Senhora de Aparecida. Com toda essa diversidade cultural levada para o palco, este espetáculo transformou a noite numa grande festa de amor à pátria e resgate do grande valor e da maior riqueza que um país pode conter, o seu povo, a sua música, suas danças, sua arte, em suma, toda a sua cultura.

Veja galeria completa do momento:

Tags: